ana carolina da paz fragassi

ana carolina da paz fragassi

Estudante de Psicologia

Atualmente é estudante da Universidade do Estado da Bahia e bolsista PICIN-UNEB. Tem experiência na área de Psicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: psicologia e saúde coletiva.

Continuar lendo

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Psicologia

2016 - Atual

Universidade do Estado da Bahia

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2017 -

Extensão universitária em fundamentos da psicologia analítica parte II. (Carga horária: 30h). , Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.

2017 - 2017

Extensão universitária em fundamentos da psicologia analítica. (Carga horária: 30h). , Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.

2017 - 2017

segundo seminário sobre autismo da uneb. (Carga horária: 5h). , Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    ATUAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE NOS CONSELHOS E NA EFETIVAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE MENTAL NA BAHIA, Descrição: : INTRODUÇÃO: A participação social nas políticas públicas está prevista na legislação brasileira. No Sistema Único de Saúde (SUS), ela se ocorre historicamente por meio dos conselhos e das conferências municipais, estaduais e nacional de saúde. Esta prática do controle social, que busca garantir os direitos da população à saúde pública de qualidade, deve permear todas as ações e serviços de saúde, desde a fiscalização dos serviços e dos recursos financeiros até a formulação de estratégias, o acompanhamento, e a deliberação de políticas e programas. Porém, os conselhos de direitos nem sempre conseguem viabilizar um efetivo controle social definido em amplo arcabouço jurídico. No campo da saúde mental, o controle social exerce papel fundamental como importante instrumento na luta antimanicomial em favor da implantação e efetivação da Política Nacional de Saúde Mental em cada município do estado da Bahia. Ressalta-se a importância desta pesquisa devido ao fato de ela ocorrer em uma conjuntura especial, com relevante desgaste político e protestos populares reivindicando melhorias em prol da sociedade, em especial na saúde e na educação. OBJETIVO: Analisar a atuação dos profissionais de saúde e de educação atuantes nos conselhos de direitos e na efetivação da Política Nacional de Saúde Mental na Bahia, transversalizando com aspectos étnico-raciais, de gênero e geracionais. MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa quantitativa e qualitativa. A primeira etapa será descritiva observacional do tipo avaliativa, com corte transversal. A coleta da amostra ocorrerá de forma aleatória por conglomerados, e consistirá em conselheiros municipais de saúde de cidades das 09 macrorregiões de saúde existentes na Bahia. Os dados serão levantados por meio de questionários, a serem enviados aos conselheiros e profissionais via plataforma Survey Monkay, por e-mail e smartphone. Os resultados serão analisados por método de estatística descritiva, com análise bivariada através do teste Qui Quadrado. Em paralelo será desenvolvida a Etapa Qualitativa que consistirá na análise de perguntas abertas do questionário, entrevistas gravadas em áudios e observações participantes a serem realizadas em equipamentos de saúde e educação, análises de entrevistas, incluindo as já realizadas com profissionais de saúde do banco de dados do grupo de pesquisa, as transcrições e demais informações, serão analisadas conforme análise de conteúdo e dos discursos dependendo do objetivo específico a ser alcançado. RESULTADOS ESPERADOS: Espera-se que esta pesquisa possa contribuir para o aperfeiçoamento do funcionamento dos conselhos de direitos e para maior participação da sociedade civil; para a formação e atuação profissional em saúde e educação que atuam no campo da saúde mental incluindo suas interfaces com outras políticas públicas, e dessa forma conscientizar a comunidade acadêmica acerca da importância da sua atuação profissional nos conselhos de saúde, representando a rede de atenção psicossocial que estão engajados na luta antimanicomial. E assim colaborar para uma possível tomada de consciência de profissionais de saúde e de educação sobre a existência de sofrimento psíquico e de práticas não humanizadas na assistência dos usuários dos serviços de saúde, visando dessa forma restabelecer possibilidades de convívio em nossa sociedade. Palavras Chave: Atuação Profissional, Política Pública, Saúde Mental, Conselhos de Saúde, Controle Social... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (14) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ana Carolina da Paz Fragassi - Coordenador / ALICE MARIA VENTURA DA SILVA NASCIMENTO - Integrante / Marilda Castelar - Integrante / Silvana Correia Silva - Integrante / Hellen Maciel Santana - Integrante / Letícia Rocha Corrêa - Integrante / Thais Fontes Andrade - Integrante / Jamile Dantas Nascimento Santos - Integrante / Verena Souza Souto - Integrante / Daniela Maria Barreto Martins - Integrante / Juliana Serafim Gonçalves Rocha - Integrante / Kanéa Emile de Souza Gauthier - Integrante / Camila Barreto Bonfim - Integrante / Jailson Vieira Machado - Integrante / Larissa Ribeiro Nogueira Lima - Integrante / Manuela Santos Rocha - Integrante / Júlia Maria Cardoso Silva Ferreira - Integrante / Sande Magaly Santos Costa - Integrante / Alice Oliveira Silva dos Santos - Integrante / Beatriz Inarê Silva Santos - Integrante / Felipe Barbosa dos Santos - Integrante / Lucas Novais Barros - Integrante / Luiza Rodrigues brito Silva - Integrante.

  • 2017 - Atual

    GECUID - Grupo de Estudos Multirreferenciais sobre o cuidado, Descrição: O GECUID é um grupo de estudos multirreferenciais sobre o cuidado nas práticas de saúde, trazendo discussões e construções de projetos voltados para o Sistema Único de Saúde (SUS), sobretudo no que se refere às Unidades de Saúde da Família (USF) e ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), focando na temática da Saúde Coletiva.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Ana Carolina da Paz Fragassi - Integrante / MOARA DE PAULA OLIVEIRA - Integrante / VICTORIA ANDRADE DOS SANTOS - Integrante / NATÁLIA HELEM CUNHA - Integrante / ALICE MARIA VENTURA DA SILVA NASCIMENTO - Integrante / GABRIELA PAIXÃO SOUZA - Integrante / Beatriz Motta Gonçalves - Integrante / Katia Jane Bernardo - Integrante / Daniela Maria Barreto Martins - Integrante / Camila Barreto Bonfim - Coordenador.

Histórico profissional

Experiência profissional